sexta-feira, 27 de novembro de 2009

SEMINÁRIO ESTADUAL DA INTERSINDICAL/MG

Realizou-se no dia 15 de novembro no auditório da AFFEMG o primeiro Seminário Estadual da INTERSINDICAL. O Seminário contou com a presença de cerca de quarenta pessoas entre sindicalistas, jovens e representantes de movimentos sociais e populares.
Os companheiros Ricardo Gebrim - coordenador nacional da Consulta Popular, Sávio Bones – Secretário de Organização da Refundação Comunista e Igor Grabois – Secretário Sindical do PCB colaboraram com as reflexões e críticas de suas organizações.
Após o debate os presentes se reuniram em três grupos de trabalho com os seguintes temas: Jovens Trabalhadores, Educação e Servidores Públicos e Formação Sindical.
Após a participação nos grupos os presentes se reuniram em plenária e aprovaram um Manifesto da INTERSINDICAL-MG e compuseram uma comissão estadual provisória da INTERSINDICAL.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

RESULTADO DA ELEIÇÃO DO SINDREDE-BH


A corrente sindical UNIDADE CLASSISTA participou das eleições para o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Rede Municipal de Ensino de Belho Horizonte.

Compusemos a chapa 2 – TRAVESSIA juntamente com militantes do PSOL e da Consulta Popular e recebemos o apoio militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST.

Durante a campanha divulgamos um material da INTERSINDICAL que foi muito bem recebido pela categoria.

O camarada Daniel Oliveira participou ativamente das eleições e deve compor a diretoria na próxima gestão do sindicato representando o coletivo Travessia e os auxiliares de Biblioteca da Rede.

Resultado - votos válidos:

Chapa 1 = 22,79% - CUT

Chapa 2 = 51,75% - CONLUTAS

Chapa 3 - TRAVESSIA = 25,45%.

Na composição da diretoria do Sind-REDE/BH ficamos com 08 diretores/as, sendo 06 efetivos/as e 02 suplentes.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

CURSO DE FORMAÇÃO POLÍTICO-SINDICAL EM FRUTAL/MG

Durante a tarde de sábado, dia 31 de outubro, tivemos um encontro de formação sindical com vários trabalhadores e sindicalistas em Frutal – Região do Triângulo Mineiro.
O encontro ocorreu na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Frutal e Comendador Gomes. Participaram do encontro Trabalhadores Rurais da CUTRALE, Comerciários, aposentados e trabalhadores da indústria de alimentos.
Os camaradas Sílvio Rodrigues, Almeida, Túlio Lopes, Luis Jesus e a camarada Maria do Carmo também participaram da atividade. O camarada Sílvio Rodrigues fez uma palestra sobre os desafios da organização sindical.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Aos Militantes da Intersindical

A Comissão Política Nacional do PCB saúda a realização do Encontro Nacional da Intersindical (Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora), a realizar-se nos dias 28 e 29 deste mês, em São Paulo, e dirige-se a todos os militantes que constroem esta importante ferramenta, no seguinte sentido:
1 – Quando da lamentável divisão da Intersindical, no ano passado, o PCB optou corretamente por prosseguir os esforços para o fortalecimento deste espaço de luta, sem se deixar levar pelo imediatismo da criação a qualquer custo de uma central sindical classista.
2 – Como nossos parceiros na Intersindical, pensamos que a criação da central deve ser produto de um processo de unidade de ação nas lutas cotidianas dos trabalhadores e de acordo com um calendário que não seja burocrático e muito menos se deixe confundir com a agenda eleitoral nacional.
3 – Por isso, não nos parece prudente marcar açodadamente um congresso para criar uma central, ainda mais sem que previamente se defina o caráter desta central. Sendo a central uma união voluntária de forças políticas e sindicais nenhuma delas pode impor a outras a sua concepção, sob pena de se tratar de uma falsa unidade.
4 – Por estas razões, o PCB orienta os companheiros que militam na Unidade Classista e propõe aos demais militantes da Intersindical que não participemos do congresso marcado para junho de 2009, com o objetivo precípuo de criar uma central, que não se sabe se será baseada na centralidade do trabalho, como defendemos, ou uma organização eclética, diluída e movimentista.
5 – Além da falta de definição sobre o que se vai criar, o mês escolhido coincide com o início de eleições gerais no Brasil, o que pode se constituir em mais um complicador, seja pelos riscos de instrumentalização ou de divisão.
6 – Apesar de não participarmos desse congresso, pelas razões expostas, respeitamos todas as forças que o comporão, porque sinceramente têm, como nós, a vontade política de criar uma necessária central sindical classista. Nossas divergências têm a ver com a metodologia que orienta a convocação deste congresso que julgamos equivocado e inoportuno.
7 – Mas é fundamental que a Intersindical mantenha permanente e franco diálogo com estas forças, nossos principais aliados na luta contra o capital, com vistas a iniciativas e ações unitárias de luta, através da refundação de um espaço comum de ação nos moldes do Fórum Nacional de Mobilização.
8 – Na questão da futura central sindical classista unitária de trabalhadores, este diálogo deve privilegiar os setores que, apesar de não comporem a Intersindical que estamos ajudando a construir, têm a mesma perspectiva da centralidade do trabalho.
9 – É nesse sentido que propomos aos nossos aliados na Intersindical que envidemos o melhor dos nossos esforços para recompor o campo político que a originou e ampliá-lo com outras forças classistas. Defendemos que a função principal da Intersindical é a de ser, a partir da organização e das lutas nos locais de trabalho, um espaço de articulação e unidade de ação do sindicalismo que se contrapõe ao capital, visando à construção, sem açodamento nem acordos de cúpula, de uma ampla e poderosa organização intersindical unitária, que esteja à altura das necessidades das lutas da classe.
10 – Mas estes objetivos só serão alcançados se fortalecermos a Intersindical e a implantarmos de fato na grande maioria dos Estados brasileiros. Assim sendo, conclamamos todos os militantes do PCB e da Unidade Classista que atuam no ambiente sindical a comparecerem ao Encontro Nacional e, mais ainda, a ajudarem a construir efetivamente a Intersindical.
São Paulo, 15 de novembro de 2009
PCB – Partido Comunista Brasileiro
Comissão Política Nacional

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

A UNIDADE CLASSISTA E AS ELEIÇÕES DO SIND-UTE/MG

A Corrente Sindical UNIDADE CLASSISTA – INTERSINDICAL participará do processo eleitoral do Sindicato Único dos(as) Trabalhadores(as) em Educação de Minas Gerais – SINDUTE-MG. Compusemos juntamente com as forças de esquerda PSTU, PSOL, Consulta Popular, Refundação Comunista e Liga Operária a chapa MUDA SINDUTE.
A Corrente Sindical UNIDADE CLASSISTA – INTERSINDICAL esta representada na chapa com os camaradas Fábio (Contagem), Luciano (Nanuque), Fernandão (Governador Valadares) e Awilmar (Governador Valadares).
As eleições para membros do Conselho Geral do Sindicato, Direção Estadual e Diretoria das Subsedes ocorrerão entre os dias 23 e 27 de novembro.
O grupo da atual direção do sindicato liderado pela Corrente Articulação Sindical se dividiu em duas chapas, sendo uma delas ligadas a CTB (PcdoB). As eleições ocorreram em todas as regiões do estado, com urnas fixas e volantes.
http://mudasindute.blogspot.com/ - http://ucdiariodaclasse.blogspot.com/

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A Unidade Classista e as eleições do SindREDE/BH


A Corrente Sindical UNIDADE CLASSISTA – INTERSINDICAL estará presente processo eleitoral do Sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras em educação da rede pública municipal de educação de Belo Horizonte – SINDREDE/BH.

O PCB compõe a chapa Travessia, movimento que inclui as forças de esquerda PSOL, Consulta Popular e independentes. O camarada Daniel Oliveira, da base de trabalhadores em educação, está presente construindo o movimento e representando a Corrente Sindical UNIDADE CLASSISTA – INTERSINDICAL.

As eleições para membros do Conselho Fiscal do Sindicato e da Direção Colegiada Municipal ocorrerão entre os dias 03 e 06 de novembro. Será mais uma etapa da construção da unidade dos trabalhadores contra a política antipopular do governo Lacerda e seus alidos, avançando na construção do projeto educacional popular.
http://redetravessia.com.br/ - http://ucdiariodaclasse.blogspot.com/